terça-feira, abril 18, 2006

Uma notícia feliz num dia de chuva

Uma notícia feliz num dia de chuva foi a que recebi por volta das 10:30 da manhã. O telefone tocou interrompendo os necessários estudos e atendi uma voz familiar no outro lado da linha. Como sou péssimo pra reconhecer vozes (nomes então nem falo) fiquei alguns segundos na dúvida.Ela reclamou a minha falta de surpresa,mas era puro medo de dizer bobagem. Quando houve a identificação,alegria e alívio. Uma grata notícia num dia chuvoso: A proximidade de alguém que amamos.Parece sumamente piegas,mas cansei de ver gente reclamando que não tem ninguém pra conversar,sem amigos,amantes ou que valha. Sou piegas mas estou contente quando se trata dos meus amigos.Poucos,porém muitos. E ela está em Fortaleza,vinda diretamente da cidade de Brasilia,sede do poder e do moradia do presidente molusco. Pena que ficará pouco. Os que valem a pena em nossa vidinha meia tigela devem ser medidos a peso de ouro. Afinal,quantas pessoas por ai podem se dar ao luxo de serem suportadas amistosamente como sou pelos meus amigos? A eles o melhor de mim.Aos outros,as sobras.
E sobre isso outro dia discutia com outro amigo.Ele reclamava da minha sede por argumentação,pela sanha herética da discussão. Discutiamos algo sobre política.Jamais perderia uma amizade por isso. Hoje só presenteio meus amigos com o doce dos meus argumentos.Não muito que enjoa. Aprendi a respeitar as opiniões alheias tanto quanto respeito as minhas (se bem que rio bastante comigo mesmo). Por isso estudo:De volta aos bancos da faculdade. Quero incêndios.Preciso de palestras,de agon. Sempre serei gauge e contraditório.
O fato desse dia de chuva é que tenho mais alguém pra visitar e demonstrar que posso ser carinhoso,verdadeiramente carinhoso. São com essas pessoas que minhas obsessões ganham a liberdade própria da normalidade.Ninguém se espanta.Nem eu.
Seja bem vinda a minha vida,mesmo brevemente como um risco de luz cortando a noite. Pra quem aprecia as estrelas a escuridão nunca assusta.

1 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Querido,
com atraso de alguns dias - como sempre - li esta e outras 'opiniões' do seu blog. Foi delicioso compartilhar, mesmo que à distância, um pouquinho das suas impressões cotidianas. Obviamente, "Uma notícia feliz..." preencheu-me de alegria. Coincidência?! Fato é que ela me cai sob o olhar justo em um momento que sinto uma saudade imensa.
Passagem curta, encontro rápido, mas de um prazer incomensurável. Prazer que tenho tido poucas oportunidades de degustar - estar... simplesmente estar (desse jeitinho mesmo, estar sem pretensões) com amigos queridos. Pra dizer bobagens, assistir a filmes ridículos, brincar de discutir filosofia de botequim, desabafar os dramazinhos que ora nos atormentam, levar um ou dois 'carõezinhos' (ou não dizer nada, que isso também vale).
Estar com vcs. Momentos raros, especiais. Enfrentar a distância trouxe, entre seus efeitos, uma maior nitidez de como não é fácil construir relações e afetos como os que temos.
Saudade do mar e da areia branca de Fortaleza. Saudade do carinho e dos afagos de vcs. Viu só? Quem mandou me mimarem tanto!!!

12:15 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home