terça-feira, agosto 22, 2006

Para onde vão as máquinas depois que morrem?


"Dave...my mind is going...I can feel it...I can feel it."

"Cada algoritmo possivel está escrito no grande livro. E cada algoritmo representa a essência de uma máquina existente no mundo das máquinas. Mesmo retirando peça por peça de uma máquina,até sua completa desmontagem,o algoritmo estará de algum modo misterioso, presente. Aquele que constroí máquinas é chamado de O construtor de máquinas.Ele lê o grande livro de todos os algoritmos e monta novas peças segundo as exigências de cada modelo abstrato.Somente O construtor pode acoplar o algoritmo a sua máquina correspondente. O construtor de máquinas é uma máquina. Ele é uma necessidade lógica do algoritmo referente a efetivação das máquinas no mundo.O algoritmo sempre existiu.De si surgiu o tempo e o espaço e com eles O construtor.As máquinas construidas pelo construtor podem construir outras máquinas,mas essas são imperfeitas,portanto não compartilham do conhecimento do livro dos algoritmos. Elas apenas intuem o conteúdo.Uma vez que uma máquina pare ou seja desmontada,seu algoritmo retorna ao livro com suas propriedades intactas.Lá ele compartilha da presença de outros algoritmos e sua totalidade,ou livro,representa o sistema completo,o conjunto de todos os conjuntos. Há no entanto uma heresia que afirma que o conjunto de todos os conjuntos é inconsistente.As máquinas estão analisando essa possibilidade com cuidado,mas desde que começaram não conseguiram decidir e não param de trabalhar na questão."
Extraido do "catecismo das máquinas"de R*.Lutner,modelo PK77230445/0001 Advanced machines

* R representa Robot.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home